Archive for the 'Carreira' Category

04
set
09

Você conhece o LinkedIn?

LinkedInAinda falando sobre networking, existe um site/ferramenta/aplicação (chame como quiser) que pode ser considerado o “Orkut dos profissionais”, chamado LinkedIn, que está disponivel em 200 países e conta com cerca de 40 milhões de usuários ativos, entre eles os principais executivos de grandes empresas mundiais. Nele você pode reunir e aumentar seu networking, organizando a sua rede de contatos, e participar de grupos (leia-se comunidades) relacionados a temas que são de seu interesse.

A intenção do LinkedIn é ser uma rede social que conecte o profissional aos seus contatos e ajude-os a alcançar o crescimento desejado para suas carreiras. Nele você preenche seu perfil com seus dados pessoais, histórico de graduação escolar e histórico profissional, pode convidar para sua rede seus conhecidos que tenham perfil no LinkedIn e também pessoas que você ainda não conhece, mas que tenham trabalhado em alguma empresa que você já trabalhou ou que sejam contato de alguém que você conhece.

Outra funcionalidade interessante é a de “Recomendação”. Você pode solicitar a outras pessoas de sua rede, que tenham tido alguma relação profissional com você, a deixarem uma espécie de depoimento sobre o seu perfil pessoal e profissional. Isso pode ser interessante quando alguém que estiver oferecendo alguma oportunidade de trabalho acessar seu perfil e conhecer um pouco mais através das pessoas que já trabalharam com você.

O LinkedIn é uma rede de profissionais aberta a qualquer área de atuação. Se você ainda não conhece, aconselho a acessar www.linkedin.com e conhecer e saber o que ele pode “fazer por você”.

Existem outras redes mais “específicas” para determinadas áreas, como é o caso da área de Tecnologia da Informação, para a qual recomendo fortemente conhecer o Mundo.IT.

Acesse aqui o meu perfil no LinkedIn.

Abraço,

Eldo Lucas

04
ago
09

Não seja um atirador!

Ficar trocando de emprego com muita frequência pode acabar lhe trazendo mais problemas do que benefícios. Muitas pessoas não pensam duas vezes antes de aceitar uma nova oferta de emprego, algumas vezes com um retorno financeiro pouco vantajoso, em busca de aumentar sua renda mensal. Entretanto, não sabem ou não se dão conta, do quanto isso pode ser desgastante para sua imagem profissional.
Segundo pesquisa da Catho Online, a troca constante de emprego é mal vista por 84% dos gestores das empresas brasileiras. Isso sinaliza, claramente, que para as pessoas que decidem as contratações, a estabilidade nos empregos anteriores é uma mostra de maturidade pessoal e profissional, o que é muito valorizado.

Disparando sem controle

Disparando sem controle

Eu, particularmente, já vivi casos em que havia contratado um profissional e cerca de 3 ou 4 meses após, em um novo processo de contratação, recebi novamente o currículo desse mesmo profissional, demonstração clara de que ele ou não estava satisfeito com a empresa ou era um desses “atiradores”.
Não prejudique sua carreira. Se ao analisar o seu currículo um recrutador entender que você dá mais importância ao “crescimento financeiro” (muita vezes, nem tanto) do que ao crescimento profissional, ele não terá segurança em lhe fazer uma oferta de emprego e você poderá perder uma ótima oportunidade.

Abraço,
Eldo Lucas

29
jul
09

Especialização x Perfil

Em um mercado cada vez mais competitivo, os profissionais que desejem alcançar o sucesso em suas carreiras devem estar bem preparados e qualificados. Para isso, além do curso de graduação, atualmente existem diversas opções entre Pós-Graduações, MBA’s e Certificações, que são fortemente recomendados por especialistas, juntamente com a experiência já adquirida, para criar diferenciais entre profissionais postulantes a novas oportunidades no mercado ou até mesmo em caso de promoções.

Especializações ou certificações em áreas como gerenciamento de projetos, por exemplo, estão em alta e valorizam qualquer currículo, pois atendem diversas áreas do mercado, e fazem com que esses profissionais continuem sendo disputados no mercado, mesmo em tempos de crise.

Apesar de geralmente ser muito positivo, antes de matricular-se em qualquer dessas extensões, você deve avaliar o quanto isso acrescentará na sua carreira, se dará sequência à sua formação, o histórico e as referências de mercado da entidade onde pretende realizar a especialização, bem como se você tem perfil para o ramo escolhido. De nada adianta você investir dinheiro e esforço para aprender ou se especializar em algo que não lhe garantirá um diferencial na empresa ou na hora de concorrer a uma vaga, e você ainda poderá se decepcionar e acabar desestimulado, pensando que a empresa não te dá oportunidades na área que você se especializou, mesmo sem ter parado para avaliar se você tem o perfil para a vaga.

Investir em qualificações é muito importante, mas não é tudo. Além se ser um ótimo técnico ou um gestor muito capacitado, o profissional deve ter em mente que habilidades como bom relacionamento, saber comunicar-se, saber enfrentar adversidades e ter visão de negócio são importantes para o crescimento na carreira.

Procure manter-se sempre atualizado com as novidades de sua área de atuação, com aperfeiçoando-se constantemente, para estar á frente da concorrência e não perder o seu lugar no trem do crescimento profissional. Pode parecer cruel, mas é a vida real.

Abraço,

Eldo Lucas